Novas influências e estilos incomparáveis de nomes como: Janis Joplin, The Doors, Bob Dylan, Jimi Hendrix e Creedence Clearwater Revival que tiveram suas origens no Blues, fizeram com que outros artistas consagrados do Blues como: Freddie King, Albert King e Buddy Guy começassem a buscar uma modernização do Blues através da adição de elementos do Rock ao som tradicional. O surgimento de outros estilos da “Era Disco”, fez com que o Blues perdesse cada vez mais espaço, tornando-se quase inexistente no cenário musical.

O Blues em alta novamente

Stephen “Stevie” Ray Vaughan – 1954 – 1990

A figura texana marcante de Vaughan, trouxe novo gás para o Blues, fazendo ressurgir o gigante adormecido. Sendo um dos nomes de destaque do Blues Rock, venceu 6 “Grammys” e consagrou-se como um dos melhores guitarristas do estilo. Teve como influência marcante músicos como: Albert King, Buddy Guy, Freddie King e Otis Rush.

Brasil – Novo Fôlego

Igor Prado

Se tem um guitarrista brasileiro que atingiu a façanha de estar em primeiríssimo lugar nas paradas norte-americanas de sucesso, esse nome é Igor Prada. Nascido em São Paulo e tendo uma banda de Blues que leva o seu nome a “Igor Prado Band”, ele foi o primeiro brasileiro a bater esse record nos Estados Unidos com o álbum “Way Down South”. Tendo um estilo desbravador, já fez turnês pelos Estados Unidos e Europa e mergulhou em uma profunda pesquisa sobre o estilo musical e foi atrás de grandes nomes como Chuck Berry, Albert King e Blind Willie.

Como em todas as épocas, os estilos aparecem, adormecem e são reinventados. Com o Blues não foi diferente. Isso serve para mostrar a força desse, que não é apenas um estilo musical, mas um movimento histórico muito maior que atravessa os tempos e se mantém vivo através de grandes nomes da música, sempre nos lembrando que ele foi a origem de outros gêneros de grande sucesso como o Rock.